Página Inicial > Pesquisa & Inovação, Produtos & Serviços > Os horizontes da Mecatrônica

Os horizontes da Mecatrônica

4, julho, 2011

“Nunca se vendeu tanto robô como nos últimos três anos”. A afirmação de Edouard Mekhalian, diretor da Kuka Roboter do Brasil, em palestra no NEI International Industrial Conference & Show, reafirma que a Mecatrônica, uma das áreas mais novas da engenharia, tem permitido à indústria otimizar seus processos, tornando-os mais produtivos, rápidos e qualificados.

A complexidade dos processos industriais e a exigência por alta qualidade impulsionam o mercado de robótica. Para atender suas exigências, os fornecedores especializam-se cada vez mais, fabricando robôs com novo design, mais leves e sustentáveis. “A tendência é que os robôs sejam mais esguios, compactos e robustos. Além de proporcionar maior produtividade, as máquinas terão alta eficiência energética, garantindo uma dinâmica 20% maior comparada com a dos robôs atuais”, declarou o diretor da Kuka.

Mekhalian disse ainda que a programação em modo Teach-in dos robôs é confusa e primitiva. “A forma atual provoca um trabalho tedioso, ocupando muito tempo do profissional. Em breve, teremos touchscreen com menus contextuais e interação flexível, menos botões e entrada de dados intuitiva, gerando rapidez na programação e na instrução de tarefas para o robô.”, afirmou.

“A interação homem-máquina é difícil e os riscos devem ser bem conhecidos e devidamente cobertos.” Segundo Mekhalian, as empresas devem atender os requisitos de segurança exigidos por lei (NR12); manter estocadas peças de reposição, principalmente as de desgaste e treinar e capacitar melhor seus funcionários, exigindo constante aprimoramento.


  1. 8, julho, 2011 em 10:32 | #1

    Com certeza uma tendência crescente e sem retorno!

  2. Fábio
    11, julho, 2011 em 17:50 | #2

    Artigo bem ruim, hein. Acho que NEI precisa melhorar a qualidade do jornalismo. Tanto a revista quanto esse blog tem conteúdos muito simplórios. Isso parace ser escrito por estagiário. Uma empresa de tantos anos como NEI deveria se preocupar em oferecer gente mais qualificada pra redigir textos mais inteligentes.

  3. Wesley de Almeida Sarto
    5, agosto, 2011 em 13:23 | #3

    Prezado @Fábio ,
    O texto acima trata-se de um breve resumo de uma palestra apresentada por Edouard Mekhalian. Nosso intuito não era prover um artigo técnico sobre Mecatrônica e robótica.
    No entanto, agradecemos seu comentário que servirá de base para melhorarmos sempre.
    Obrigado e abraços!
    Wesley

  1. Nenhum trackback ainda.