Página Inicial > Produtos & Serviços > Por que é importante investir?

Por que é importante investir?

A indústria é o setor mais importante para o crescimento da economia, e ter uma indústria forte deve ser prioridade para o Brasil. Essa é a opinião dos brasileiros revelada na pesquisa “Retratos da Sociedade Brasileira – A indústria brasileira na visão da população”, realizada pela Confederação Nacional da Indústria – CNI em parceria com o Ibope. De sua importância para o fortalecimento desta nação, não há dúvidas. Mas reconhecemos que são necessários mais incentivos e investimentos, e também coragem e visão estratégica das empresas na busca por inovação. Há uma corrida tecnológica acontecendo e as exigências de modernização serão cada vez maiores e mais frequentes.

Na edição de julho de NEI, o tema Logística ganhou espaço de destaque, reunindo, a partir da página 18, novas soluções tecnológicas que permitem à indústria planejar seus estoques e suas entregas com maior segurança, eficiência e rapidez. O Estudo dos Custos Logísticos no Brasil 2014, realizado pela Fundação Dom Cabral, revela que o custo logístico consome, em média, 11% da receita das empresas.  Conhecer novas tecnologias que ajudem a gerenciar melhor a cadeira logística, de modo integrado, da produção à distribuição, é imprescindível, principalmente porque grande parte das novidades nos processos logísticos envolve a automação.

A adoção do RFID na segurança de empilhadeiras, a introdução de robôs nos centros de distribuição adotando a tecnologia de tags com RFID e também o uso de robôs para inspeção de cargas em portos e aeroportos, capazes de visualizar em minutos o interior de contêineres, são alguns exemplos dos avanços apontados por especialistas consultados por NEI. Eles preveem o aumento do número de robôs nesse setor, com ganhos em flexibilidade, e ainda alertam que a habilidade em lidar com volumes massivos de dados e informações é requisito primordial para o profissional de logística nos dias atuais.

Big Data, internet das coisas… esses avanços não estão distantes e prometem revolucionar também os processos industriais e logísticos. Como exemplo, a Internet das Coisas impulsionará com US$ 1,9 trilhão as operações logísticas, indica o Relatório de Tendências Internet of Things – IoT elaborado pela DHL (fornecedora mundial de serviços de logística) e Cisco (líder mundial em TI), na Conferência Global de Tecnologia da DHL em Dubai. Ambas trabalham num projeto conjunto de inovação da IoT que irá melhorar a tomada de decisões em operações de armazéns por meio de análises de dados praticamente em tempo real, com base em dispositivos conectados via Wi-Fi. Estima-se que haverá 50 bilhões de dispositivos conectados à internet até 2020 (em comparação aos 15 bilhões de hoje). Para qualquer organização com operações logísticas ou da cadeia de abastecimento, a IoT trará consequências revolucionárias, afirma o relatório.

Alguém ainda duvida de que conhecer essas novas tecnologias é essencial para se manter competitivo num futuro tão desafiador?


  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.