Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Sem categoria’

Novo projeto de biorrefinaria de algas prevê reduzir emissões de CO2

Buscando acelerar a comercialização e a adoção de tecnologias de energia limpa, o Governo do Canadá está apoiando um projeto demonstrativo de biorrefinaria de algas, resultado de pesquisa colaborativa entre o programa de Conversão Algal de Carbono do Conselho Nacional de Pesquisa do Canadá (NRC, em inglês), a Pond Technologies e a St Marys Cement, da Votorantim Cimentos.

O projeto usa um fotobiorreator de 25 mil litros, dentro de uma biorrefinaria de algas em escala piloto, para transformar dióxido de carbono e outros poluentes de ar industriais em biomassa de algas que possam ser convertidas em produtos sustentáveis, incluindo biocombustíveis renováveis e biomateriais. A iniciativa – conduzida por especialistas do NRC e seus parceiros – foi concebida para reciclar dióxido de carbono (CO2) e outras emissões industriais, transformando-as rapidamente em biomassa através da fotossíntese.

“Para a St Marys Cement e a Votorantim Cimentos, esta colaboração com a Pond Technologies e o Conselho Nacional de Pesquisa do Canadá ajuda a cumprir nossos objetivos de inovação de produtos e desenvolvimento sustentável, ao mesmo tempo em que fortalece nossa posição como líderes no setor de materiais de construção”, afirma Filiberto Ruiz, presidente da Votorantim Cimentos na América do Norte.

O Governo do Canadá se uniu, em novembro de 2015, a um esforço global para acelerar inovações em energia limpa e se comprometeu a dobrar os investimentos em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de energia limpa até 2020.

“Com o auxílio do programa de Conversão Algal de Cabono do NRC, o potencial desta tecnologia será traduzido em aplicações reais que irão beneficiar o meio ambiente e a economia”, diz Roman Szumski, vice-presidente de Ciências da Vida do (NRC).

Presente no negócio de materiais de construção (cimento, concreto, agregados e argamassas) desde 1933, a Votorantim Cimentos é uma das maiores empresas globais do setor, com capacidade produtiva de cimento de 56,8 milhões de toneladas/ano e receita líquida de R$ 14 bilhões em 2015.

Fonte: assessoria de imprensa da Votorantim Cimentos


Nova fábrica da Correias Mercúrio em PA recebeu investimento de R$ 100 milhões

A Correias Mercúrio anuncia o início das operações de sua segunda fábrica, instalada no Distrito Industrial de Marabá (PA), a primeira a produzir correias transportadoras no Norte do país e que pretende abastecer o Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. A nova planta – que recebeu investimento em torno de R$ 100 milhões – passa a funcionar em fase de testes. 

    A fábrica foi totalmente concebida dentro do modelo Lean Manufacturing, adotando avançados conceitos e as melhores práticas produtivas, bem como estratégias de produção inovadoras para resultados de alto desempenho.  

  “Ao longo de todo o processo de criação da nova unidade, a Correias Mercúrio privilegiou o trabalho com a rede de fornecedores locais, uma postura que mostra nosso comprometimento com o desenvolvimento das regiões onde atuamos”, afirma o CEO da Correias Mercúrio, Ivan Zanovello Ciruelos. “Criamos, ainda, em parceria com o SENAI, um curso gratuito de formação em tecnologia da borracha, inédito na cidade, que qualifica a mão de obra da região. 

 Com a inauguração da nova fábrica em Marabá, a unidade de Jundiaí vai direcionar parte de sua produção também ao mercado internacional. A companhia já conta com escritório próprio em Santiago, no Chile, com equipe de profissionais do próprio país, além de um Centro de Distribuição em Jundiaí.

Fundada em 1945, a Correias Mercúrio é uma empresa 100% brasileira, atua em mais de 40 segmentos distintos da indústria e tem faturamento anual de cerca de R$ 300 milhões.


Feimafe 2017 acontece em junho, no Expo Center Norte, em SP

Organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a 16ª Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura acontece em nova data e local: de 20 a 24 de junho de 2017, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP.

Assista ao vídeo de apresentação da Feimafe.

 

O evento terá espaços dedicados à apresentação de novas tecnologias, como a Área de Inovação, reunindo o que há de mais recente mundialmente em máquinas e equipamentos, e também a Ilha do Conhecimento, onde acontecerão debates técnicos e apresentações de expositores e parceiros. Além disso, uma extensa grade de seminários e palestras está prevista para o evento, ajudando a promover a atualização profissional dos participantes.

A feira deve reunir cerca de 1.400 marcas nacionais e internacionais e receber 70 mil visitantes/compradores qualificados. Entre os setores do evento estão: Acessórios – Dispositivos e Componentes; Automação; Controle de Qualidade – Integrado à Fabricação; Controle de Qualidade e Medição; Equipamentos Hidráulicos e Pneumáticos, Válvulas, Bombas e Compressores; Equipamentos para Movimentação e Armazenagem; Ferramentas; Máquinas e Equipamentos Diversos e Acessórios para Metal-Mecânico; Máquinas-Ferramenta; e Soldagem.

Para se credenciar, acesse aqui.

Para acompanhar as notícias sobre a Feimafe 2017, acesse aqui.

 


Máquinas-ferramenta Novas soluções para incrementar a capacidade das linhas produtivas

Determinantes para melhorar a eficiência do parque fabril, as máquinas-ferramenta impactam na produtividade e na qualidade dos processos industriais. Com o avanço das tecnologias na área de manufatura, elas ganham novos recursos e funcionalidades, proporcionando produções mais flexíveis, precisas, seguras e rápidas.

Ao conhecer as novas tecnologias aplicadas às máquinas-ferramenta, você tem a oportunidade de identificar soluções para incrementar suas linhas produtivas, promovendo ganhos de eficiência e até de redução de custos, com processos mais otimizados e controlados. Para ajudá-lo a conhecer algumas das novidades desse setor, a equipe editorial de NEI realizou uma pesquisa nos mercados nacional e internacional para conhecer e selecionar os produtos mais recentes.

Nessa seção, você confere essas novidades, inclusive de expositores da IMTS 2016 – International Manufacturing Technology Show (Feira Internacional de Máquinas-ferramenta), principal evento da indústria de manufatura norte-americana, que acontece este mês, em Chicago. Um dos produtos da capa desta edição, a brunidora Lifehone L630, da Gehring, é um exemplo de máquina-ferramenta que será lançada nessa feira.

Outras novidades em máquinas-ferramenta poderão ser conferidas nas próximas edições. E em 2017, acontecem, em São Paulo, dois importantes eventos focados em máquinas-ferramenta: a Expomafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial, em sua 1ª edição, de 9 a 13 de maio, no São Paulo Expoe, e a Feimafe – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, em sua 16ª edição, de 20 a 24 de junho, no Expo Center Norte, ambas em São Paulo, SP .  Uma dupla oportunidade para conhecer novas tecnologias aplicadas aos sistemas produtivos.

Na era da Indústria 4.0, o setor de manufatura vai requerer máquinas, equipamentos e sistemas cada vez mais inteligentes, instrumentados e interconectados. Novas tecnologias estão surgindo para tornar os processos produtivos mais flexíveis, ágeis e eficientes. Cedo ou tarde, essa corrida tecnológica vai bater na sua porta. E a indústria precisa se preparar para um novo ciclo de desenvolvimento.


Inscrições abertas para o Prêmio von Martius de Sustentabilidade 2016

Organizado pela Câmara Brasil-Alemanha, por meio de seu Departamento de Meio Ambiente, Energias Renováveis e Eficiência Energética, o Prêmio von Martius de Sustentabilidade reconhece o mérito de iniciativas de empresas, poder público, indivíduos e sociedade civil para promover o desenvolvimento econômico, social e cultural no contexto da sustentabilidade.

O prêmio terá  no ano de 2016  uma Categoria Edição Especial/Startup – Recursos Hídricos, além das tradicionais Humanidade, Tecnologia e Natureza.

As inscrições podem ser feitas até 12 de setembro de 2016 (data de postagem) pelo site www.premiovonmartius.com.br/. Investimento: gratuito.


Prova de conceito mostra como as tecnologias digitais melhoram a eficiência no chão de fábrica

A empresas Dassault Systèmes e Accenture estão trabalhando em uma prova de conceito (Proof of Concept – PoC), numa grande empresa de equipamentos industriais, para mostrar como as tecnologias digitais podem melhorar a eficiência e a agilidade na manufatura em indústrias como as de equipamentos pesados e aeroespacial.

Produzida e implementada em três fases, a nova solução utiliza tecnologias digitais para criar uma conexão entre a engenharia e o chão de fábrica. Voltada a empresas de manufatura não-repetitiva, proporciona um novo nível de continuidade para o processo de montagem do produto, incluindo a sequência em que as peças são produzidas, e proporcionando um nível melhor de compreensão sobre o processo, tanto para engenheiros quanto para a equipe de montagem.

A primeira fase dessa solução de manufatura ágil cria a sequência teórica necessária à montagem de produtos, tal como um trem, um avião ou uma escavadora. A segunda fase ajuda a construir, otimizar e replanejar de forma rápida o plano operacional e a programação de cada trabalhador de chão de fábrica. A terceira fase cria um display digital da programação desses profissionais para que possam consultá-la. Essas três fases utilizam soluções da Dassault Systèmes.

Substituindo o que tem sido muitas vezes um processo baseado em papel, Dassault Systèmes e Accenture estão criando uma solução que fornece uma nova conexão digital entre a equipe de engenharia e o chão de fábrica, permitindo mudanças em tempo real. Essa solução também pode fornecer novas percepções e avaliação de risco sobre quaisquer mudanças propostas para um produto ou para a programação da montagem antes da produção, reduzindo muito a inatividade e criando uma manufatura mais ágil.

“A Internet das Coisas (IoT) Industrial e outros conceitos digitais estão permitindo que os fabricantes embarquem em uma nova era de processos produtivos, sustentáveis ​​e econômicos que resultem em uma melhor experiência para seus clientes”, afirma Laurent Blanchard, Vice-Presidente Executivo de Operações (EMEAR), Alianças e Serviços Globais da Dassault Systèmes. “Estamos ampliando nossa colaboração de longa data com a Accenture para levar a manufatura ágil à era da experiência.

As empresas podem se beneficiar da experiência da Dassault Systèmes em operações virtuais de manufatura digital e aplicativos de gerenciamento de dados e, também, das melhores práticas da Accenture em serviços de integração, reengenharia de processos de negócios, gestão de mudanças e implantação.”


Novas soluções da FEIMEC e MECÂNICA para modernizar seu parque fabril

NEI reúne, na edição de maio/16 da Revista NEI mais de 30 novos produtos que serão apresentados na FEIMEC – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos, que acontece de 3 a 7 de maio, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, e na 31ª Feira Internacional da MECÂNICA, de 17 a 21 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Somados aos produtos da seção “Pré-mecânica industrial”, divulgada em abril, reunimos cerca de 60 novidades, mostrando as mais recentes tecnologias aplicadas a máquinas e equipamentos.

Pela importância dos dois eventos, considerando seu papel na apresentação de novas e modernas tecnologias, NEI dedicou essas duas edições à FEIMEC e à MECÂNICA com o simples objetivo de permitir que você, profissional da indústria, conheça e encontre soluções para melhorar e modernizar seus processos produtivos, além de ajudá-lo a programar sua visita às feiras.

As inovações tecnológicas estão acontecendo rapidamente; basta acompanhar os avanços e desafios proporcionados pela Indústria 4.0. O tema, inclusive, gerou uma grade especial de palestras e apresentações. Na FEIMEC, uma Fábrica Inteligente mostra os princípios da Manufatura Avançada – tema que ganha seminário próprio e acontece em conjunto com o VI Simpósio Internacional de Excelência em Produção, realizado pela VDI em parceria com a Abimaq, e que este ano traz o tema “Indústria 4.0 – Curto, Médio e Longo Prazo”.

Na Feira da MECÂNICA, o vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências e professor titular de engenharia de produção da USP, João Fernando Oliveira, ministrará a palestra “Desafios Industriais: Novos Modelos de Negócio e Sustentabilidade”, colocando em pauta os desafios que a indústria enfrentará nos próximos anos, entre eles, a valorização da venda de serviços e da qualidade e durabilidade dos produtos.

NEI consultou também alguns especialistas para conhecer as tendências do setor de mecânica, e a sustentabilidade apareceu como uma delas. Amauri Hassui, professor doutor da UNICAMP, explica que dentro desse contexto as maiores tendências são análise do ciclo de vida dos produtos e a possibilidade de reciclagem. “A busca é por produtos que apresentam menor impacto ambiental e tenham vida mais longa, por materiais mais fáceis de ser reciclados e por processos que consumam menos insumos (inclusive energia)”, afirma.

O tema Indústria 4.0 mais uma vez é mencionado, e a conectividade dos equipamentos aparece como tendência, como diz Fabio Lima, professor de engenharia de produção do Centro Universitário FEI. Esses novos desafios vão exigir do profissional da indústria, sobretudo do engenheiro, um perfil multidisciplinar para interagir com as várias áreas do conhecimento e se adaptar às novas tecnologias, como prevê Adalto Farias, também professor do Centro Universitário FEI, mas da engenharia mecânica.

Portanto, conhecimento é fundamental nessa nova era, que promete revolucionar os meios produtivos.

 


Flutrol distribuirá com exclusividade no Brasil as válvulas e conexões Superlok

Especializada em soluções de alta pressão, a Flutrol está expandindo sua oferta de produtos, tornando-se distribuidora oficial, no Brasil, da marca internacional Superlok. Com rastreabilidade total de todos os componentes e intercambiabilidade com produtos de outros fabricantes, as válvulas e conexões Superlok são produzidas sob rígido controle de qualidade, desde a inspeção e especificação de matéria-prima, testes químicos, mecânicos, hidráulicos e pneumáticos até a inspeção final na expedição. .

O lançamento exclusivo para o mercado brasileiro das válvulas e conexões Superlok, pela Flutrol, ocorrerá durante a Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos – FEIMEC, de 3 a 7 de maio, e a 31ª Feira Internacional da MECÂNICA, de 17 a 21 de maio, ambas em São Paulo.

De atuação globalizada, fornecendo para países da Ásia, Oriente Médio, Europa e Américas, a Superlok  é certificada pela ASTM, ASME (tipo N) e DNV GL (antiga Germanischer Lloyd) e coleciona diversas premiações.

Para informações sobre os produtos Superlok, acesse: www.flutrol.com.br/Superlokbrasil


São Paulo terá o maior centro de pesquisa em Grafeno da América Latina

Dias 2 e 3 de março datam os primeiros dias de atividade do MackGraphe, Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias da Universidade Presbiteriana Mackenzie, considerado umas das principais referências em grafeno no mundo.

Com investimento de R$ 100 milhões, o projeto é o primeiro desenvolvido por uma universidade privada e com recursos próprios.

Para os membros do Instituto, as expectativas são grandiosas: “Pesquisas e produtos em grafeno já são o foco de grandes universidades do mundo e, agora, com o apoio da Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, nós colocamos a América Latina nesse patamar”, aponta Dr. Maurício Melo de Meneses, presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie.

Para mais informações acesse: http://mackgraphe.mackenzie.br/index.php?id=26893&L=1

grafeno

 

 

 


Compromisso com a novidade!

Até 2025 teremos conectados à internet um trilhão de sensores e 10% dos óculos de leitura. A Internet das Coisas (IoT) ganhará impulso a partir do rápido desenvolvimento de sensores menores, mais baratos e inteligentes que se tornarão comuns nos processos de fabricação, nas casas, roupas, acessórios e redes de energia. A impressão 3D revolucionará praticamente todos os setores, da manufatura à saúde humana. Isso não é ficção, mas algumas previsões da pesquisa “Deep Shift: 21 Ways Software Will Transform Global Society”, realizada com mais de 800 líderes de diversos setores e divulgada pelo Conselho da Agenda Global do Fórum Econômico Mundial. O relatório identifica tendências que estão moldando a sociedade e mostra como os softwares vão transformá-la na próxima década. 

A dimensão do que vem por aí vai criar novos paradigmas. Desde já, precisamos conhecer os avanços tecnológicos que vão impactar nos processos de produção. A edição de março/16 da Revista NEI traz uma seção inédita focada na inovação, sob o título “Indústria integrada”. A partir da página 10 (veja versão digital em http://www.nei.com.br/Revista), você conhecerá novos produtos que podem contribuir para maior e melhor integração e comunicação entre processos nos ambientes fabris. São soluções alinhadas à Indústria 4.0 – a chamada quarta revolução industrial, pesquisadas pela área editorial de NEI nos mercados nacional e internacional, e que permitirão à você conhecer novas tecnologias para incrementar processos fabris.

Além das novidades em produtos, trazemos na abertura da seção a opinião de professores dos cursos de engenharia mecânica da Universidade Federal de Uberlândia e da Universidade Federal do Pará. Em suma, as pesquisas e os avanços tecnológicos estão acontecendo, cedo ou tarde vão se aproximar e mudar os processos atuais de produção, colaborando para aumento de eficiência, produtividade, flexibilidade, qualidade e segurança, além de redução de custos. Mas há muitos desafios pela frente! Para termos uma ideia da relevância do assunto, “indústria integrada” será novamente tema da próxima Hannover Messe, a maior e mais importante feira de tecnologia industrial do mundo que acontece mês que vem, em Hannover, na Alemanha.

Mais uma vez, mantemos nosso compromisso com a novidade, reafirmado nesta edição que marca os 42 anos de circulação ininterrupta de NEI! Sempre acompanhando a evolução da indústria!