Arquivo

Textos com Etiquetas ‘2020’

Brasil se manterá entre os maiores mercados de automóveis até 2020, revela estudo

Os países do BRIC continuarão a dominar os rankings de vendas de automóveis no futuro, aponta o relatório da KPMG “Mercado varejista global de automóveis”, que fornece informações, análises e previsões até 2020. “O Brasil, que hoje ocupa a quarta colocação, deve manter essa posição até 2020, com algumas oscilações nos próximos dois anos”, afirmou Charles Krieck, da KPMG. “O País possui mercado com grande potencial de expansão de consumo, e as montadoras têm enxergado ótimas oportunidades de investimentos no Brasil, inclusive em novas plantas.”

De acordo com o relatório, prevê-se aumento nas vendas de carros na China em mais de 60% até 2020, quase duas vezes mais a taxa esperada de crescimento para a Europa Ocidental e quatro vezes mais para a América do Norte. “De acordo com nossas estimativas, em 2020, quase um em três carros fabricados será vendido na China,” disse Krieck.

A Índia terá ascensão “meteórica”, com taxa ao redor de 300% até 2020. Mas é preciso destacar que o país teve patamar relativamente baixo, de 3,6 milhões de vendas de veículos leves, em 2013. “A característica mais importante dos mercados chinês e indiano é que essas taxas de crescimento parecem ser razoavelmente sustentáveis no longo prazo”, complementou o executivo.

Apesar de as vendas terem se deslocado para mercados emergentes, o relatório revela que o centro da fabricação de automóveis provavelmente permanecerá nos Estados Unidos, Europa, Japão e Coreia, com três dos quatro novos carros originários desses mercados em 2020.

Para ter acesso ao estudo completo, clique aqui.


País precisará de 100 novas usinas de etanol até 2020, dizem especialistas

29, junho, 2013 1 comentário

Nos próximos oito anos a procura por combustíveis leves, como etanol, gasolina e gás natural, crescerá 50%, segundo estimativa da União da Indústria de Cana-de-Açúcar – Unica. Na avaliação de representantes do setor sucroalcooleiro, para atender o aumento da demanda serão necessárias pelo menos 100 novas usinas. Esses dados foram apresentados em 27 de junho, por Elisabeth Farina, presidente da entidade, durante a abertura do Ethanol Summit 2013.

Ela destacou que o setor tem condições de dar conta da expansão da demanda. “Nós temos que dobrar de fato a produção [de etanol] e isso significa ter de investir”, disse. “A gente precisaria repetir o crescimento de 2006 a 2009.” Elisabeth complementou que é preciso ter clareza na política de preço de combustível.

Marco Antônio Martins Almeida, secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, reforçou que os próximos anos serão de grande oportunidade para investimentos, a partir do que está previsto no Plano Decenal de Energia.

Para complementar, Wagner Bittencourt, vice-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, informou que neste ano o banco deve voltar aos patamares históricos de desembolso para o setor, alcançando R$ 6 bilhões. Em 2012 foram financiados R$ 4 bilhões. “De 2008 a 2012, o banco desembolsou cerca de R$ 30 bilhões”, informou. “Os investimentos resultaram em modernização e expansão de fábricas e lavouras.”

Fonte: com informações da Agência Brasil.