Arquivo

Textos com Etiquetas ‘economizar’

Reduza, reutilize, recicle

Reduzir o consumo, reutilizar os recursos e reciclar os rejeitos compõem a política dos 3R, há anos ensinada nas escolas dos EUA como iniciação aos conceitos de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente. No Brasil, acrescentamos a essa nobre intenção a urgente necessidade de preservar margens de lucro, hoje tão comprometidas. As perspectivas para este ano indicam uma clara tendência de aumento para os produtos com preços chamados “controlados”, ou seja, as tarifas de água e energia devem ficar mais salgadas, desafiando os setores produtivos – em particular a indústria – a encontrar alternativas que ajudem a enfrentar mais um ano de vacas magras.

Felizmente, o mercado oferece uma grande variedade de produtos e serviços que devem ajudar na missão de economizar água e energia. O leitor encontrará na edição de fevereiro/16 da Revista NEI, a partir da página 10 (acesse a versão digital da revista), uma seleção de soluções tecnológicas que vão auxiliá-lo na tarefa de se adequar ao novo cenário, desde uma simples lâmpada de LED até um sistema completo de reaproveitamento de águas de processo, ou seja, o investimento necessário para tornar uma empresa mais sustentável cabe em qualquer orçamento.

Nos últimos 5 anos, o Brasil desperdiçou R$ 12 bilhões apenas com energia elétrica e a tendência é que o desperdício aumente proporcionalmente nos próximos anos, segundo análise da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (ABESCO). Uma das razões para esse desperdício é a idade dos equipamentos consumidores de energia elétrica em todos os setores – inclusive o industrial, que estão ficando obsoletos, consumindo mais energia. A renovação do parque fabril, com a introdução de novas tecnologias que favoreçam a eficiência energética, é, portanto, necessária e importante para reduzir custos operacionais.

A ABESCO tem trabalhado junto com a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL para montar uma agenda de ações que viabilizem o Plano Nacional de Eficiência Energética – PNEF a partir de 2016 e assim seja possível alcançar a meta de redução de 10% no consumo de energia em 2030. Soluções para eficiência energética, e também reúso da água, não são apenas uma opção, mas prioridade nos dias de hoje e imprescindíveis para o futuro.


Conhece a eficiência energética da sua empresa?

16, outubro, 2012 1 comentário

“Sabem me dizer qual a porcentagem de eficiência da sua companhia? Se está alta ou baixa, se foi melhor que ontem ou que há uma hora atrás?” Esses questionamentos foram feitos por Sérgio Soares da Silva, engenheiro líder da área EcoStruxure da Schneider Electric Brasil, durante a sua palestra sobre economia de energia elétrica no TEDx NEI Soluções, evento realizado em 16 de outubro, em São Paulo. De acordo com ele, é importante que a eficiência seja mostrada em tempo real – para saber se melhorou ou piorou, quais foram os desperdícios e conseguir mapeá-los, entre outras análises. E não somente revelada no final do mês.

Para ajudar a identificar os desperdícios, segundo o engenheiro, existe um ciclo chamado Eficiência Energética Ativa (composto por quatro etapas), que é o caminho mais rápido para economizar energia, limitar as emissões de CO2 e tornar a empresa mais eficiente.

O primeiro passo é descobrir os desafios, e o segundo é corrigir o fundamento. “Não adianta fazer melhorias se eu tenho equipamentos de baixa eficiência, é preciso trocar elementos passivos, motores e isolações, por exemplo”, disse. A terceira etapa é otimizar por meio de automação e regulação, isto é usar equipamentos que já são eficientes de forma ainda mais eficiente. Por fim, monitorar, manter e melhorar. “Analisar o status da empresa, onde melhoramos e pioramos e para onde precisamos direcionar os nossos esforços para aperfeiçoar. Para que tudo isso ocorra são necessários softwares inteligentes para medições confiáveis. Para uma gestão eficiente, é preciso medições confiáveis.”

O evento TEDx NEI Soluções contou ainda com outras duas palestras, uma com o tema Inovação: a engenharia da criatividade, ministrada por Solange Mata Machado, mestre em estratégia e inovação, engenheira elétrica, coordenadora do curso de pós-MBA de inovação estratégica da HSM Educação e diretora executiva da Imaginar Solutions; e outra sobre lean manufacturing, apresentada por Eder Rosa Gomes, diretor do Kaizen Institute.