Arquivo

Textos com Etiquetas ‘empilhadeiras’

Por que é importante investir?

A indústria é o setor mais importante para o crescimento da economia, e ter uma indústria forte deve ser prioridade para o Brasil. Essa é a opinião dos brasileiros revelada na pesquisa “Retratos da Sociedade Brasileira – A indústria brasileira na visão da população”, realizada pela Confederação Nacional da Indústria – CNI em parceria com o Ibope. De sua importância para o fortalecimento desta nação, não há dúvidas. Mas reconhecemos que são necessários mais incentivos e investimentos, e também coragem e visão estratégica das empresas na busca por inovação. Há uma corrida tecnológica acontecendo e as exigências de modernização serão cada vez maiores e mais frequentes.

Na edição de julho de NEI, o tema Logística ganhou espaço de destaque, reunindo, a partir da página 18, novas soluções tecnológicas que permitem à indústria planejar seus estoques e suas entregas com maior segurança, eficiência e rapidez. O Estudo dos Custos Logísticos no Brasil 2014, realizado pela Fundação Dom Cabral, revela que o custo logístico consome, em média, 11% da receita das empresas.  Conhecer novas tecnologias que ajudem a gerenciar melhor a cadeira logística, de modo integrado, da produção à distribuição, é imprescindível, principalmente porque grande parte das novidades nos processos logísticos envolve a automação.

A adoção do RFID na segurança de empilhadeiras, a introdução de robôs nos centros de distribuição adotando a tecnologia de tags com RFID e também o uso de robôs para inspeção de cargas em portos e aeroportos, capazes de visualizar em minutos o interior de contêineres, são alguns exemplos dos avanços apontados por especialistas consultados por NEI. Eles preveem o aumento do número de robôs nesse setor, com ganhos em flexibilidade, e ainda alertam que a habilidade em lidar com volumes massivos de dados e informações é requisito primordial para o profissional de logística nos dias atuais.

Big Data, internet das coisas… esses avanços não estão distantes e prometem revolucionar também os processos industriais e logísticos. Como exemplo, a Internet das Coisas impulsionará com US$ 1,9 trilhão as operações logísticas, indica o Relatório de Tendências Internet of Things – IoT elaborado pela DHL (fornecedora mundial de serviços de logística) e Cisco (líder mundial em TI), na Conferência Global de Tecnologia da DHL em Dubai. Ambas trabalham num projeto conjunto de inovação da IoT que irá melhorar a tomada de decisões em operações de armazéns por meio de análises de dados praticamente em tempo real, com base em dispositivos conectados via Wi-Fi. Estima-se que haverá 50 bilhões de dispositivos conectados à internet até 2020 (em comparação aos 15 bilhões de hoje). Para qualquer organização com operações logísticas ou da cadeia de abastecimento, a IoT trará consequências revolucionárias, afirma o relatório.

Alguém ainda duvida de que conhecer essas novas tecnologias é essencial para se manter competitivo num futuro tão desafiador?


Nacco terá nova fábrica no Brasil

Fabricante das empilhadeiras Hyster e Yale, a Nacco Materials Handling Group Brasil constrói uma unidade fabril na cidade de Itu-SP. A produção de empilhadeiras com motor a combustão interna será ampliada e na nova área também serão fabricadas empilhadeiras elétricas, que atualmente são importadas. A planta atual, na cidade de São Paulo, será desativada e as atividades, transferidas para Itu. As operações devem começar em 2014.

“Fiquei surpreso com a modernidade de Itu e suas condições para a abertura de novos empreendimentos”, declarou Hugo Moraes Barros, presidente da Nacco no Brasil. A Nacco Materials Handling Group Brasil integra a Nacco Materials Handling Group, subsidiária integral da Hyster-Yale Materials Handling. Com sede em Ohio, nos Estados Unidos, a Hyster-Yale Materials Handling e suas subsidiárias empregam aproximadamente 5.300 pessoas no mundo.


Fábrica para produção de empilhadeiras inicia atividades em SP

Kion_Indaiatuba_OpeningParty_HR-69A Kion South America, que acaba de inaugurar sua fábrica em Indaiatuba – SP, já emprega 210 colaboradores e poderá contratar mais profissionais, bem como implementar o segundo turno. Com área total de 50 mil m2 (a produção ocupa cerca de 10 mil m2 e o setor administrativo, 6 mil m2), a previsão é de que a nova unidade terá capacidade de fabricar até 20 mil máquinas por ano, entre diversos tipos de empilhadeiras elétricas e a combustão das marcas Linde e Still e rebocadores para o mercado brasileiro e sul-americano.

Essa planta fabril é a única atualmente. Com a inauguração da fábrica de Indaiatuba, a do Rio de Janeiro foi desativada. No local também passa a funcionar o centro de reposição de peças.

A empresa informou que investe na sua rede de vendas e de serviços, bem como no canal de distribuição de peças na região. O grupo alemão Kion possui as marcas Linde, Still, Fenwick, OM Still, Baoli e Voltas. Em 2012, empregou 21.215 colaboradores e gerou receita de mais de 4.7 bilhões de euros.


Clark amplia fábrica de Vinhedo

R$ 5 milhões acabam de ser investidos na primeira fase de expansão da unidade da Clark em Vinhedo (SP). A área coberta tem agora 5.000 m2, o dobro da que possuía, e será usada para a fabricação e a montagem do modelo de empilhadeiras C 25, de 2.500 kg. A ampliação também engloba as áreas de estocagem, pintura e treinamento.

A empresa deve iniciar a produção desse modelo a partir de junho de 2013. No momento, procura por fornecedores. Segundo Euclides Azenha, presidente da companhia, a intenção é de que os equipamentos sejam nacionais para que possam ser financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, para isso 60% das peças devem ser feitas no País. Informou ainda que algumas serão de terceiros e uma parte, importada.

A Clark planeja realizar a segunda fase da expansão de sua sede em 2014. Na nova etapa serão investidos mais R$ 10 milhões para a ampliação de mais 2.500 m2 da área coberta. Com a completa expansão, a empresa prevê de 15% a 20% de crescimento em médio prazo.


Empilhadeiras Jungheinrich ganham certificação ecológica

13, dezembro, 2011 1 comentário

A TÜV – Technischer Überwachungs-VereinAssociação de Inspeção Técnica, certificou o equilíbrio ecológico dos produtos Jungheinrich de acordo com o ISO 14040. A análise contém a emissão média da frota total da Jungheinrich e mostrou que a emissão de CO2 nos segmentos tradicionais como elétricas, diesel, GLP e retráteis foi reduzida em 25% durante os últimos dez anos.

Segundo a empresa, um dos motivos da redução na emissão de CO2 é a introdução geral da tecnologia AC trifásica, utilizada nas empilhadeiras elétricas de alta frequência, e da recuperação de energia durante a frenagem ou descida dos garfos.

Controlados eletronicamente, os motores TDI com direção hidrostática continuamente melhoram o balanço energético. Base para esta interação entre o motor e a transmissão é o software de controle próprio da Jungheinrich que mantém sempre a velocidade de rotação do motor a uma taxa de consumo ideal.


Gigantes do Setor Automotivo realizam leilão de Máquinas Operatrizes

26, julho, 2011 1 comentário

No dia 03 de agosto, a Schaeffler Group, dona das marcas LUK, INA e FAG, empresa que desenvolve produtos e soluções para o segmento automotivo e industrial irá leiloar Fresadoras, Centrífuga, Tornos, Filtros, Retíficas, Centro de Usinagem, Transformadores, Empilhadeiras e Carregadeiras.

Os 77 lotes estão localizados em Sorocaba/SP. Entre eles podemos destacar: Torno CNC Ergomat TNA 480, Prensa Ajax Keserlin SA3/4 de 600 T, Bomba de Alta Pressão Lemasa L 120/2 ano 2006, Fresadora Protemanster UF11 ano 1981, Retífica Cilíndrica Vigorelli RUV 250, Empilhadeira Yale R25 GL, Centro de Usinagem Heller BZV07, Compressor de Ar Estacionário Atlas Copco.

Com 50 anos de Brasil o Grupo Schaeffler está sediado na Alemanha e é um dos líderes mundiais em componentes automotivos, industriais e aeroespaciais.

Já a ZF Sistemas de Direção  Joint Venture entre a ZF e a Bosch e líder em tecnologia de sistemas de direção, irá leiloar Tornos, Retíficas, Furadeiras, Lavadora, Placa de Traçagem, e Fresadora. São 24 lotes localizados em Sorocaba e Piedade/SP, entre os quais podemos destacar: Torno Semi-Automático Pittler Pidofat 25R ano 1989, Retífica Interna Bryants Cental C-2 ano 1987, Centro de Usinagem Wotan FZ25 CNC ano 1985, Furadeira Múltipla 12 ZFB Brevet Especial ano 1977 e VW Passat Variant 2.0 TFSI 2006/2007.

O encerramento do leilão será no dia 03 de agosto a partir das 11hs.

Os interessados devem se cadastrar no site www.superbid.net e participar do leilão ofertando lances via internet. As fotos e descrições completas dos lotes estão disponíveis no site. Para mais informações os interessados devem entrar em contato com a Central de Atendimento da Superbid, através do Telefone: (11) 2163-7800 ou via e-mail: cac@superbid.net.

Além do leilão eletrônico haverá pregão físico Alameda Lorena, 800 – Jardins – São Paulo-SP. Alternativamente os interessados poderão participar do leilão no Hotel Nacional-Inn em Sorocaba.

Clique nas imagens para ampliar:

 

 

 

 

_____________________________________________________________________________


CeMat South America estreia na América do Sul

6, abril, 2011 Deixar um comentário

Os sistemas de logística evoluíram apoiados em tecnologias que oferecem ganhos importantes de produtividade e lucratividade.

A primeira edição sul-americana da CeMAT South America – Feira Internacional de Movimentação de Materiais e Logística, que acontece de 4 a 7 de abril no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, é uma oportunidade para conhecer e conferir os avanços do setor.

Esta primeira CeMAT realiza-se num momento favorável ao crescimento do setor no Brasil. “Sob o ponto de vista do desenvolvimento das empresas do setor, a feira vem coroar o excelente momento pelo qual nosso segmento está passando”, conforme palavras de Frank Bender, presidente da CSMAM – Câmara Setorial de Equipamentos para Movimentação e Armazenagem de Materiais.

A Redação de NEI – Noticiário de Equipamentos Industriais, através de seu setor de pesquisa, solicitou aos expositores da feira as principais inovações em equipamentos de movimentação de materiais, estocagem e sistemas de logística que estarão em seus estandes. São 23 produtos – selecionadores de pedidos e de camadas, empilhadeiras, talhas, rebocadores, transpaleteiras e sistemas modulares de armazenagem, entre outros, descritos e ilustrados neste link.

Crédito: Lilian Mary Gabriel Lopes é graduada em língua portuguesa pela USP e pós-graduada em literatura brasileira pela UFRJ.


Empilhadeiras: Uma seleção especial para atender necessidades já identificadas

17, dezembro, 2009 3 comentários

O Estudo de Intenções de Compra da Indústria Brasileira 2009/2010, realizado com uma amostra significativa da circulação de Noticiário de Equipamentos Industriais-NEI, levantou uma “lista de compras” com 1.829 produtos diferentes. Depois de agrupados os resultados, os equipamentos para transporte industrial aparecem como o quinto mais importante em número de intenções, num conjunto de 23 grandes categorias de produtos.

foto_empilhadeirasSomente a categoria de Armazenagem, Manuseio e Transporte de Materiais revelou intenções de compra para cerca de 40 produtos. As empilhadeiras lideram esse grupo de produtos com o maior número de intenções de compra.

Essas indicações do mercado justificam a pesquisa que realizamos para identificar os mais recentes lançamentos de empilhadeiras , os quais você encontra AQUI.

Crédito: Lilian Mary Gabriel Lopes é graduada em língua portuguesa pela USP e pós-graduada em literatura brasileira pela UFRJ.