Arquivo

Textos com Etiquetas ‘ferramentaria’

ABC cria Núcleo Avançado de Inovação Setorial para ferramentaria

A Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC e o Arranjo Produtivo Local – APL de Ferramentaria do Grande ABCD criam o Núcleo Avançado de Inovação Setorial em Ferramentaria do Grande ABC – NAIS/Ferramentaria, que será um centro de inovação e prestação de serviços em modelagem 3D, simulação, projetos, design e prototipagem para atender as empresas do ABC e de outras regiões do Brasil. As companhias locais que aderirem ao programa serão beneficiadas com assessoria e preços diferenciados dos serviços prestados.

A agência buscará recursos com órgãos de fomento nacionais e internacionais e com a iniciativa privada. A estimativa é reunir de R$ 5 a R$ 6 milhões. Serão adquiridos computadores e softwares e contratados profissionais, pesquisadores e estudantes.

O NAIS/Ferramentaria deverá ser integrado por birô de engenharia localizado no Instituto Mauá de Tecnologia e por grupo de pesquisa e desenvolvimento tecnológico da Universidade Federal do ABC. As duas instituições assinarão convênio de cooperação em dezembro.

“O núcleo trabalhará dentro das universidades, o que o mercado não consegue fazer, com pesquisa avançada e mais agilidade no desenvolvimento de ferramentas”, disse Maurício Tomazetti, representante do APL de Ferramentaria do Grande ABCD. “Também financiará novos talentos dentro das universidades.”


Novo CAD/CAM promete mais produtividade e análise cinemática

“O Cimatron E10 oferece significativas melhorias que permitem maior velocidade no projeto de moldes, de matrizes e usinagem em geral”, afirma Kobi Rosenwasser, vice-presidente do Cimatron Group de Israel, uma das empresas fornecedoras de soluções de CAD/CAM para a indústria de ferramentaria e usinagem em geral.

Entre as novidades do E10, Rosenwasser destaca a possibilidade de cálculo em background, que, em conjunto com um processador multi-core, aumenta a produtividade da programação CAM. Já o simulador de movimentos integrado, dedicado aos projetos de ferramentas e moldes, possibilita a análise cinemática do protótipo, maximizando o desempenho do CAD.

A multinacional Cimatron está presente em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Para criar mão de obra especializada no software Cimatron E10, a empresa está oferecendo cursos em São Paulo, em parceria com a escola técnica Laurentino, e Joinville, em conjunto com o SENAI Joinville.


Máquinas e equipamentos da indústria do plástico – mercado em crescimento

5, maio, 2011 2 comentários

Principal evento do setor na América Latina, a Brasilplast – Feira Internacional da Indústria do Plástico, em sua 13ª edição, ocorre de 9 a 13 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, e deve reunir 1.300 expositores de 63 países.

A Brasilplast vai oferecer aos visitantes toda a cadeia de suprimentos, máquinas e equipamentos da indústria do plástico, com novidades nos segmentos de moldes e ferramentaria, instrumentação e controle, automação, resinas sintéticas, matérias-primas químicas e acessórios.

Os materiais plásticos estão sendo muito utilizados nas diversas áreas da indústria, inclusive substituindo outros materiais, particularmente metal, vidro e madeira. Prevê-se, segundo a Abiplast – Associação Brasileira da Indústria do Plástico, que em 2011 a produção de produtos plásticos, no Brasil, deve crescer 6% em relação a 2010.

A Conferência Brasilplast 2011, que acontece simultaneamente à Feira, vai debater três temáticas relevantes e atuais do setor: Mercado e Negócios, Sustentabilidade na Cadeia do Plástico e Inovações e Tecnologia.

Neste link, você conhecerá 43 novos produtos que serão apresentados na Feira, soluções que irão contribuir para a modernização dos seus processos de produção.

Crédito: Lilian Mary Gabriel Lopes é graduada em língua portuguesa pela USP e pós-graduada em literatura brasileira pela UFRJ.


IMTS 2010 – o show da tecnologia metalmecânica

Em Chicago, EUA, acontece esta semana a IMTS – International Manufacturing Technology Show 2010, uma das mais importantes feiras da  metalmecânica.

O evento reúne cerca de 1.200 expositores de diversos países e ocupa os quatro pavilhões do McCormick Place, um centro de convenções com mais de 240 mil metros quadrados. É um show de tecnologias que abrange as inovações em usinagem, corte de metais, ferramentaria, eletroerosão, limpeza, componentes de máquinas, instrumentação, controles e sistemas CAD-CAM, entre outras. As empresas se prepararam bem para esse evento, que marca o reaquecimento do setor depois da crise econômica que abalou a economia norte-americana com repercussões globais. 

O estilo norte-americano de organizar feiras é visível na espetacularização de vários estandes como recurso para atrair os visitantes da feira. Os robôs se tornam malabaristas para mostrar versatilidade, carros e até um avião estão em exposição valorizar as tecnologias inovadoras desenvolvidas para o setor automobilístico e aeroespacial. 

Os conceitos de sustentabilidade influenciaram fortemente a indústria e eles surgem nesta IMTS no lançamento de inúmeros “ produtos verdes” . Visível também a reafirmação da tendência de desenvolvimento de máquinas “high speed” de altíssima precisão.

Para melhor valorizar a modernidade da indústria os organizadores montaram o American Precision Museum, onde os 90 mil visitantes esperados até o final da semana podem ver e comparar  as máquinas pioneiras da industrialização com as atuais e observar o desenvolvimento tecnológico alcançado. Uma comparação com o passado sugerindo ao mesmo tempo um processo de desenvolvimento permanente que tornará a IMTS 2010 parte da Historia quando chegar a IMTS 2012. quando ela será reaberta no McCormick Place já uma nova feira, a Industrial Automation North América, resultado de parceria estratégica entre os europeus da Deutsche Messe AG e a AMT-Association for Manufacturing Techonology. Um novo teste para o estilo americano de fazer, visitar e sobretudo, comprar e vender nas feiras.

Eliane Oliveira, de Chicago, EUA, especial para Sistema NEI