Arquivo

Textos com Etiquetas ‘lâmpadas’

Nova resolução define o descarte de lâmpadas

 O Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços – MDIC, Marcos Pereira, assinou, este mês, a Resolução nº 1/2016 do Conselho Nacional do Inmetro (Conmetro), que elimina a última barreira para a implantação do sistema de descarte – após o uso pelo consumidor (logística reversa) – de lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista e seus componentes. A nova resolução já foi publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com a legislação brasileira, o  produto não pode ser recolhido pelo  serviço público de limpeza urbana. A obrigação passa a ser dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, informa o MDIC. A iniciativa contou com o apoio do setor privado, representado pela Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux) e pela Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação (Abilumi). A resolução também confere ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) o controle e a fiscalização dos importadores e suas obrigações.

A logística reversa prevê que os produtos descartados retornem à cadeia produtiva para reaproveitamento, reciclagem ou destinação ambientalmente adequada.

 Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MDIC.

 


Reciclagem de lâmpadas ganha destaque na FIMAI 2010

9, novembro, 2010 Deixar um comentário

A Apliquim Brasil Recicle, empresa gaúcha com sede em Porto Alegre (RS) e unidades em Indaial (SC) e Paulínia (SP), divulga seu projeto de reciclagem de lâmpadas fluorescentes, o “Programa Recicla Lâmpada – Lâmpada no Lixo Nunca Mais”, na Feira Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade (FIMAI), em São Paulo (SP), no Expo Center Norte, de 8 a 11 de novembro.

A empresa, especializada em reciclagem de lâmpadas e tratamento de mercúrio, está desenvolvendo o programa, em parceria com associações e sindicatos do comércio de todo Brasil, para evitar o descarte inadequado desse tipo de produto. As lâmpadas fluorescentes contêm mercúrio, um metal altamente tóxico e volátil, prejudicial à saúde da população e ao meio ambiente.

A campanha “Recicla Lâmpada” visa estimular indústrias e consumidores a devolverem o produto, após o uso, para lojas conveniadas ao programa, evitando que as lâmpadas queimadas sejam jogadas no lixo comum. “Os estabelecimentos que comercializarem lâmpadas e aderirem ao programa irão funcionar como postos de coleta e providenciar o encaminhamento à Apliquim Brasil Recicle, que fará a descontaminação e a reciclagem dos componentes da lâmpada”, informa o biólogo Eduardo Sebben, diretor da empresa.

Por apresentar novas tendências, inovações tecnológicas e práticas bem-sucedidas na área ambiental, a FIMAI é considerada por Sebben uma importante vitrine para a iniciativa. “É preciso conscientizar a população de que não se pode jogar lâmpadas no lixo ou em terrenos baldios. Atualmente, são descartadas indevidamente cerca de 200 milhões de unidades do produto no Brasil”, alerta Sebben.

Para mais informações sobre o evento, clique aqui.