Arquivo

Textos com Etiquetas ‘nova fábrica’

Nova fábrica da Correias Mercúrio em PA recebeu investimento de R$ 100 milhões

A Correias Mercúrio anuncia o início das operações de sua segunda fábrica, instalada no Distrito Industrial de Marabá (PA), a primeira a produzir correias transportadoras no Norte do país e que pretende abastecer o Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. A nova planta – que recebeu investimento em torno de R$ 100 milhões – passa a funcionar em fase de testes. 

    A fábrica foi totalmente concebida dentro do modelo Lean Manufacturing, adotando avançados conceitos e as melhores práticas produtivas, bem como estratégias de produção inovadoras para resultados de alto desempenho.  

  “Ao longo de todo o processo de criação da nova unidade, a Correias Mercúrio privilegiou o trabalho com a rede de fornecedores locais, uma postura que mostra nosso comprometimento com o desenvolvimento das regiões onde atuamos”, afirma o CEO da Correias Mercúrio, Ivan Zanovello Ciruelos. “Criamos, ainda, em parceria com o SENAI, um curso gratuito de formação em tecnologia da borracha, inédito na cidade, que qualifica a mão de obra da região. 

 Com a inauguração da nova fábrica em Marabá, a unidade de Jundiaí vai direcionar parte de sua produção também ao mercado internacional. A companhia já conta com escritório próprio em Santiago, no Chile, com equipe de profissionais do próprio país, além de um Centro de Distribuição em Jundiaí.

Fundada em 1945, a Correias Mercúrio é uma empresa 100% brasileira, atua em mais de 40 segmentos distintos da indústria e tem faturamento anual de cerca de R$ 300 milhões.


Grupo Freudenberg investe R$ 60 milhões na nova planta de Valinhos (SP)

As novas instalações serão operadas em conjunto pela Chem-Trend e SurTec, ambas pertencentes à Divisão de Especialidades Químicas do Grupo Freudenberg, e irão desenvolver, fabricar e comercializar agentes desmoldantes, especialidades químicas de processo e soluções de tratamento químico de superfície para atender clientes em vários segmentos.

O tamanho total da planta é de 29 mil m², dos quais 11 mil m² são de área construída. A capacidade de produção anual máxima é de 13 mil toneladas, destinadas a agentes desmoldantes, auxiliares de processo e produtos de tratamento químico de superfície. Mais de 100 colaboradores, incluindo os terceirizados, trabalham em prol dos clientes de várias indústrias, incluindo a automotiva, aeroespacial, calçados, energia eólica, construção civil, indústria em geral e de eletrodomésticos, entre outras. 

A nova planta possibilita melhorias na eficiência operacional, oferece áreas para testes de aplicações e engenharia e garante tempos de resposta mais curtos. Em longo prazo, a nova operação também será focada na produção de produtos de última geração e oferece oportunidades que aproveitem ao máximo os potenciais de sinergia entre as duas empresas.

O projeto tem recebido apoio da Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos e exportação ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo.


Tigre-ADS tem nova fábrica em Maceió (AL)

Com investimentos de R$ 20 milhões, a nova planta focará na fabricação de tubos, visando as grandes obras de infraestrutura do País

A Tigre-ADS, que produz e comercializa tubos de polietileno de grandes diâmetros (PEAD), inaugurou recentemente sua fábrica em Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió (AL). Esta é a primeira fábrica da empresa no Nordeste e a segunda no País. A Tigre-ADS investiu cerca de R$ 20 milhões na planta, que ocupará um terreno de 40 mil metros quadrados, sendo 3,8 mil de área coberta.

Com foco nos mercados do Norte e Nordeste, a nova unidade produzirá, principalmente, tubos corrugados. Até o final do ano, quando estiver em pleno funcionamento, a planta de Maceió produzirá até 450 toneladas/mês.

A unidade produzirá ainda todos os produtos de seu portfolio voltados para infraestrutura, mineração e agricultura, como soluções para saneamento, aterros sanitários, detenção e retenção, infiltração, drenagem, e drenagem esportiva. “O Brasil passa por um momento muito importante no que se refere a obras de infraestrutura, principalmente com a proximidade de grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo, que terá um impacto especial sobre a região Nordeste. Desta maneira, a Tigre-ADS poderá atender com mais agilidade a um mercado que tem registrado forte demanda”, revela José Antonio Cattani, gerente-geral da Tigre-ADS.

A cidade de Maceió foi escolhida estrategicamente para sediar a nova unidade da Tigre-ADS. Segundo o gerente-geral, em 2013 a região Norte e Nordeste representou 50% do faturamento da empresa. “Diferentes estudos apontam que Norte e Nordeste crescerão acima da média do Brasil em 2014”, observa.


ABB inaugurará fábrica em Sorocaba, SP

No próximo dia 26, às 13h, haverá a coletiva de imprensa de inauguração da quinta fábrica da ABB no País. A nova unidade fabril possui cerca de 125 mil metros quadrados e produzirá motores, geradores, sistemas de acionamentos, eletrocentros e linhas de produtos de baixa tensão, como interruptores e tomadas para atender a demanda local.

Na ocasião, Rafael Paniagua, presidente da ABB no Brasil, estará à disposição para atendimento da imprensa. Na seqüência, as instalações fabris serão apresentadas. Autoridades federais, estaduais e municipais também confirmaram presença.

A nova unidade está localizada na Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, km 11 – S/Nº, no Distrito Industrial de Sorocaba.


Categories: Oportunidades Tags: , ,

Honda confirma segunda fábrica de automóveis no Brasil. Investimento será de R$ 1 bi

planta_hondaA Honda construirá uma nova fábrica de automóveis no Brasil, em Itirapina (SP). A cidade do interior paulista, que possui cerca de 15 mil habitantes, fica a 200 quilômetros da capital do Estado e a 115 quilômetros da outra fábrica de carros da Honda, em Sumaré (SP). A nova planta terá capacidade produtiva de 120 mil veículos por ano, dobrando a capacidade nacional da companhia. A previsão é iniciar as operações em 2015.

Somando terreno de 5,8 milhões de m², aquisição de máquinas e equipamentos e construção das instalações, a Honda prevê investir R$ 1 bilhão. Cerca de 2.000 profissionais serão contratados para contribuir na produção de um veículo compacto (estilo Honda Fit). Com a nova unidade, o investimento acumulado da Honda (automóveis) no Brasil atingirá R$ 3,5 bilhões.

Meio ambiente. A preocupação com os aspectos e impactos ambientais estará presente na nova unidade da Honda. Entre as tecnologias e processos previstos para minimizar as emissões de poluentes, está a pintura a base d’água que promete utilizar menos tinta, reduzindo a emissão de gases.

Centro de Pesquisa. Até o final deste ano a Honda promete inaugurar um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Automóveis, nas dependências da fábrica de Sumaré. Em nota, a empresa diz que “o objetivo é fortalecer o desenvolvimento de produtos, atender às necessidades dos consumidores brasileiros e aumentar a nacionalização de componentes”.


GSE Automotiva inaugura nova planta em Goiás

26, junho, 2013 1 comentário

Com investimento na ordem de R$ 10 milhões, a empresa brasileira GSE Automotiva inaugurou uma nova planta em Anápolis (GO). Em uma área de 3.500 metros quadrados, a unidade focará em diversos processos industriais, como solda, pintura, montagem de subconjuntos, além de serviços na área de engenharia e manutenção de linha.

Segundo a GSE Automotiva, a nova planta tem capacidade produtiva anual de até 20 mil caçambas para caminhões modelo carga seca aberta e 400 máquinas de solda a ponto (pinça pneumática). Na área de serviços, a unidade está preparada para 45 mil horas de serviços de serralheria e 15 mil horas de serviços de engenharia. Entre diretos e indiretos, foram gerados cerca de 1 mil novos empregos.

A planta oferece ainda processos com sistema de pintura com desengraxe, fosfatização, cura fosfato, pintura eletrostática a pó e cura da pintura a pó, com sistema automatizado no pré-tratamento e na pintura.

Ainda de acordo com a empresa, o crescimento da demanda foi o principal influenciador na construção da nova fábrica. Já a escolha da região foi influenciada pela Hyundai/Caoa (cliente da GSE), que mantém uma fábrica de veículos na cidade.


Nova fábrica da RuhrPumpen começa operar neste mês

Fachada da RuhRPumpen no Brasil

Fachada da RuhRPumpen no Brasil

Até o momento foram investidos mais de R$ 30 milhões na unidade brasileira, que prevê iniciar a produção já neste mês de junho. A nova fábrica, localizada em Duque de Caxias (RJ), contará com aproximadamente 280 funcionários. Com a chegada da empresa no País, estima-se um aumento de 20% na capacidade brasileira de produção de equipamentos de alta tecnologia para bombeamento de fluidos.

Comprovando a necessidade do mercado, antes mesmo da inauguração da fábrica, a RuhrPumpen já fechou contrato com o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro – Comperj. A unidade brasileira da multinacional alemã vai contribuir na produção de 16 bombas centrífugas para o bombeamento de derivados de petróleo. “Além das bombas, também seremos os responsáveis pelo sistema de combate a incêndio da Comperj. Tudo será feito com bombas 100% nacionais”, comemora Carlos Falconiery, diretor da empresa no Brasil.

A RuhrPumpen é fabricante de bombas centrífugas direcionadas aos mercados de petróleo e gás, geração de energia, indústria química, projetos de água, saneamento e industrial. Atualmente possui fábricas na Alemanha, Argentina, Colômbia, Egito, Estados Unidos (Oklahoma e Califórnia), México e Índia (em construção). No total, emprega mais de dois mil funcionários.


Boticário investe em nova fábrica e centro de distribuição

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES acaba de aprovar o financiamento de R$ 306 milhões ao grupo Boticário. Do total, R$ 270,8 milhões serão destinados à implantação da nova unidade industrial em Camaçari, na Bahia; a investimentos em montagem e instalações no centro de distribuição no município de São Gonçalo dos Campos, também na Bahia; e ao projeto social voltado à capacitação profissional nas comunidades do entorno dos projetos.

O novo galpão industrial de Camaçari terá área total de 45,2 mil m² e será dedicado à produção de cremes e hidroalcoólicos para as diversas marcas de produtos do grupo, complementando a capacidade produtiva da fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná.

Já o centro de distribuição do município de São Gonçalo dos Campos terá 35 mil m². O objetivo é escoar a produção da unidade do Paraná para as regiões Norte e Nordeste do Brasil. Isso permitirá, além de maior proximidade com o público consumidor, reduzir custos de distribuição e tempo de entrega dos produtos.

Além disso, cerca de R$ 13,5 milhões serão investidos na expansão da rede de lojas do grupo em todo o País, com a abertura, em 2013, de aproximadamente 60 unidades próprias. E ainda, em operação inédita, R$ 21,8 milhões serão disponibilizados aos franqueados da rede Boticário para investirem em novas lojas e operações de franquias. Essa operação de repasse terá as mesmas condições de financiamento que o BNDES oferece a micros, pequenas e médias empresas.

Os empreendimentos do grupo Boticário devem gerar cerca de 900 novos empregos diretos, além de 1,1 mil postos de trabalho indiretos criados com a expansão da rede de franquias. A geração de empregos, especialmente na região Nordeste, é um dos principais impactos sociais dos novos investimentos do grupo.


Gühring do Brasil anuncia nova fábrica em Salto (SP)

15, março, 2013 1 comentário

Jorge Jerônimo, diretor-geral da Gühring no Brasil, anunciou ontem (14) que a fabricante de ferramentas rotativas terá uma nova fábrica em Salto, no interior paulista. Com investimento estimado em seis milhões de euros, a construção será iniciada em abril, com previsão de conclusão para fevereiro de 2014.

Segundo o diretor-geral, a escolha por Salto obedeceu a critérios de logística, sistema educacional e infraestrutura da cidade. “A Gühring é uma empresa que investe em alta tecnologia e inovação. Estamos indo para uma região que está procurando se industrializar e criaremos oportunidades para os jovens que estão se formando nas escolas técnicas e nas faculdades da região de ITU, São Roque e Sorocaba”, diz.

A planta industrial de 14 mil metros quadrados prevê uma área construída de três mil metros quadrados. A produção atual de fresas, alargadores e brocas passará a contar também com brocas canhão e ferramentas de PCD e CBN. Além de futuras ampliações, ainda há expectativa de produzir ferramentas que hoje são 100% importadas.

O anúncio foi feito na prefeitura de Salto. Estiveram presentes Jorge Jerônimo, diretor-geral da Gühring no Brasil, o prefeito de Salto, Juvenil Cirelli, e Eliana Moreira, secretária de Desenvolvimento Econômico.


Parker Hannifin anuncia nova fábrica de filtros hidráulicos em Arujá (SP)

Amanhã, 12 de março, a Parker Hannifin irá inaugurar sua nova fábrica de filtros e acessórios hidráulicos voltados para diversos ramos da indústria de transformação e, principalmente, para equipamentos agrícolas e rodoviários. A ideia da empresa é triplicar sua capacidade de produção. Além da nova fábrica de Arujá, a Parker também produz filtros em sua unidade de São José dos Campos (SP).

A nova planta – com 4.000 m² – é conseqüência de uma operação iniciada em janeiro de 2011, quando a Parker Hannifin comprou a HDA Acessórios e Equipamentos Ltda. Na época, a empresa foi integrada à Divisão de Filtração da HDA no bairro do Ipiranga (SP), mas, desde então, a Parker já planejava a transferência da unidade HDA para um novo endereço que permitisse a ampliação de sua área fabril e consequentemente de sua produção.

“A estratégia de crescimento da Parker está pautada na aquisição de empresas capazes de complementar sua linha de produtos, como a HDA, na melhoria contínua dos processos de produção e no desenvolvimento de soluções inovadoras em produtos”, finaliza Sérgio Monteiro, gerente geral da Divisão de Filtração da Parker.