Arquivo

Textos com Etiquetas ‘vácuo’

Atlas Copco terá nova área de negócios de vácuo em 2017

A partir de janeiro de 2017, a Atlas Copco terá uma nova área de negócios de vácuo, a Vacuum Technique, somando-se às demais: Compressor Technique, Construction Technique, Mining and Rock Excavation Technique e Industrial Technique.

Com essa medida, a divisão de soluções de vácuo, dentro da área Compressor Technique, não será mais operacional, passando a integrar a nova área Vacuum Technique, que será dirigida por um novo presidente, em processo de recrutamento.

Desde a aquisição do Grupo Edwards, em janeiro de 2014, o negócio de vácuo da empresa cresce a cada ano, afirma a assessoria de imprensa da Atlas Copco. Várias aquisições na área de vácuo foram feitas ou estão em curso, incluindo Leybold e CSK, gerando oportunidade para a criação de uma nova área de negócios.

Segundo Ronnie Leten, presidente e CEO do Grupo Atlas Copco, a empresa pretende atingir a liderança global em soluções de vácuo. “O negócio de vácuo global está crescendo e a criação de uma área de negócio, em separado, com uma organização dedicada, com forte foco no cliente, irá aumentar ainda mais esse crescimento”, afirma.

A nova área de negócios tinha atualizado receitas de US$ 1,2 bilhões para os 12 meses encerrados em 30 de junho de 2016. Além disso, vai incluir as operações de algumas empresas adquiridas após essa data, com receita combinada anual de aproximadamente US$ 475 milhões.

Os principais mercados atendidos são o científico e o de semicondutores, além de ampla gama de segmentos industriais, incluindo os de processos químicos, embalagens de alimentos e manuseio de papel.

Para mais informações, acesse aqui.


Atlas Copco conclui aquisição do Edwards Group

A compra do Edwards Group pela Atlas Copco foi fechada recentemente. O processo teve início em agosto de 2013. A empresa faz parte da nova divisão Soluções de Vácuo da Atlas Copco, na área de negócios Compressor Technique.

Especialista em produtos de tecnologia a vácuo e soluções de redução, como bombas de vácuo utilizadas nas indústrias química e farmacêutica, o grupo tem mais de 3.200 funcionários e apresentou faturamento de 595 milhões de libras em 2012.

Para a Atlas Copco, os produtos e os serviços são essenciais para processos de fabricação, como de semicondutores e monitores de tela plana, e são usados em uma gama diversificada de aplicações industriais.


Busch do Brasil inaugura amanhã instalações em terreno próprio

Busch do BrasilDepois de 14 anos no País, a fabricante alemã de bombas de vácuo Busch tem suas instalações em terreno próprio de 22 mil m2, com 4.500 m2 de área construída, localizado em Jarinu-SP. Para a inauguração, que será realizada amanhã, será promovido evento para convidados.

Foram investidos R$ 11,5 milhões na compra do terreno e construção. E ainda mais R$ 1 milhão em maquinários, como talhas e pontes rolantes. As novas instalações já estão em funcionamento com 44 funcionários. A empresa não pretende fazer novas contratações em breve.

A unidade é responsável pela distribuição de bombas e peças, montagem de sistema de vácuo e manutenção de bombas de vácuo. A fabricação de produtos no Brasil ainda não está nos planos da companhia.

A Busch do Brasil foi inaugurada em 1999 em prédios alugados em Jaguariúna-SP, com 200 m2, empregando inicialmente três funcionários. Em 2003, houve mudança para Jarinu, também em prédios alugados, em área de 1.000 m2, chegando a 25 funcionários. Em 2008, ocorreu outra mudança, na mesma cidade, para instalações alugadas de 2.000 m2, comportando 42 funcionários.  

A filial brasileira foi a primeira da Busch na América Latina, que hoje já conta com filiais na Argentina, Chile e México. Ao total são 57 filiais em 39 países.